top
logo

rbe_logo.jpg
livros4.jpg

Em linha

Temos 1 visitante em linha
hlivro.gif

Entrada Atualidades
Exposição "Orlando Ribeiro - 1911-1997 - A vida e a obra de um geógrafo" PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por HES   
Quarta, 22 Fevereiro 2017 11:50

Está patente na nossa biblioteca a exposição "Orlando Ribeiro - 1911-1997 - A vida e a obra de um geógrafo" da autoria da professora de Geografia Helena Alves, colaboradora da BE, com arranjo gráfico da professora Elsa Silva.

Sem dúvida, uma exposição a visitar.

Actualizado em Quarta, 22 Fevereiro 2017 12:00
 
"O Rapaz dos olhos azuis" e o Dia da Internet mais Segura PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por HES   
Terça, 07 Fevereiro 2017 12:39

Desde ontem que estão a decorrer sessões de 5' de leitura do livro "O rapaz dos olhos azuis", de Joanne Harris e os cuidados a ter na internet.

As sessões, que se estendem até amanhã, são dirigidas aos alunos do 10º ano e têm como suporte a documentação do Centro Internet Segura.

    



Actualizado em Terça, 07 Fevereiro 2017 13:18
 
Nós recordamos PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por HES   
Domingo, 22 Janeiro 2017 10:29

"Nós recordamos/We remember" é a nossa proposta para a semana de 23 a 27 de Janeiro.

 

 

A 27 de Janeiro assinala-se o Dia em Memória das Vítimas do Holocausto, instituído por ter sido esse o dia da libertação do campo de concentração de Auschwitz.

 


#weremember

Actualizado em Terça, 24 Janeiro 2017 18:44
 
Eugénio de Andrade PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por A.M.   
Quinta, 19 Janeiro 2017 12:13

Eugénio de Andrade

É o pseudónimo de José Fontinha,

Nasceu a 19 de janeiro de 1923 e faleceu em 13 de junho de 2005.

 


Até Amanhã

Sei agora como nasceu a alegria, 
como nasce o vento entre barcos de papel, 
como nasce a água ou o amor 
quando a juventude não é uma lágrima. 

É primeiro só um rumor de espuma 
à roda do corpo que desperta, 
sílaba espessa, beijo acumulado, 
amanhecer de pássaros no sangue. 

É subitamente um grito, 
um grito apertado nos dentes, 
galope de cavalos num horizonte 
onde o mar é diurno e sem palavras. 

Falei de tudo quanto amei. 
De coisas que te dou 
para que tu as ames comigo: 
a juventude, o vento e as areias. 

 

Ver mais: https://pt.wikipedia.org/wiki/Eug%C3%A9nio_de_Andrade

 

 


 

 
« InícioAnterior12SeguinteFinal »

Pág. 1 de 2

bottom